[ Um amor e uma cabana não chega ]

Dizem que basta um amor e uma cabana.

Mas que grande mentira!

Nem tinha graça nenhuma se assim fosse.

Um amor e uma cabana não chega!

Como seria se não houvesse a imprevisibilidade de um dia de chuva no verão?

Se o dia-a-dia não fosse um caixinha de pandora?

Se o acordar atribulado de um, fosse igual ao tranquilo de outro?

Se as diferenças fossem nulas e as semelhanças constantes?

Se o desassossego intermitente de um, não colidisse com a tranquilidade permanente do outro?

Se o desarrumado de um, não destabilizasse o arrumado por cores e tamanhos do outro?

Não. A mim não me convencem que basta um amor e uma cabana.

Também é importante, mas não chega!

E esta cabana?

Que linda que é!

Ficámos tão bem lá sentados que quase a trouxemos.

Mas, achamos que ela ficaria melhor onde está.

E nós, trazemo-la no coração.

E ela, guarda-nos no cheiro daquela madeira e no traço rústico que carrega.

Foi em kanchanaburi.

E foi muito bom!

 

[ Texto publicado no Instagram]

Kanchanaburi, Tailândia

Créditos da fotografia: Maria Amélia®

 

Já me segues no Facebook e no Instagram? ♥

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Coisas FABULOSAS acontecem a quem subscreve esta newsletter!
Maria Amélia ícone
error: Conteúdo protegido!!
%d bloggers like this: