Ela disse SIM… mas… não foi bem assim!

No outro dia a meio de uma reunião ouvi uma história que me inquietou.

Há coisas tão reais e tão perto de mim, mas que por algum motivo ainda considero que só acontecem nos filmes.

Coisas como esta história, bem real por sinal.

Uma das senhoras presentes na reunião, tinha acabado de chegar de NY.

Foi a um casamento de um grande amigo que é de lá.

Até aqui muito bem, não fosse ele gay, a esposa uma rapariga asiática muito amiga dele que não conseguiu visto para ficar lá a morar.

Eu devo ter feito uma cara de espanto tal, que a senhora foi obrigada a dizer com o ar mais natural do mundo:

“Olhe que isso acontece mesmo muito. Eles contrataram uma agência para organizar tudo de forma a que nada levantasse dúvidas.”

Na minha cabeça estava:

Ok. Há casamentos por conveniência.

Ok. Já tinha ouvido falar em casamentos para obter vistos.

Ok. Há agências especializadas em ajudar os “noivos” a disfarçarem a história. Devem ser do mesmo género daquelas que ajudam os empresários a abrirem falência (fraudulenta). Há todo um guião para este tipo de coisas e para os casamentos de conveniência não é diferente.

Ok. Isto é tudo normal, eu é que sou uma saloia que vivo num país pequeno, onde ninguém casa para obter visto, porque todos ficam cá de forma legal ou ilegal e ninguém se preocupa com isso.

Ok. Então agora que já te passou o espanto todo, fecha a boca!

 

Créditos da fotografia: NGDPPhotoworks

 

Podes gostar de ler:

Really?

 

Já me segues no Facebook e no Instagram? ♥

4 Replies to “Ela disse SIM… mas… não foi bem assim!”

  1. Hahaha! Uma loucura, né? E isso tudo para ficar nos EUA ~ com tanto lugar maravilhoso no mundo, eu custo a entender…

    1. Mas isto deve-se fazer em todo o País onde seja difícil obter visto, não achas? Aí no Brasil também haver muito disto! ??

  2. O casamento já deixou de ser o que era. Não vemos isso necessariamente como mau. Assim ajuda-se alguém. Não deveria ser necessário, mas se é… Não vemos mal nisso. Há da mesma forma um certo amor para poderem fazer isso, neste caso. Foi por amizade. É bonito!
    No fundo o casamento é só uma festa e um papel… Se podemos com isso facilitar e muito a vida de alguém, então que assim seja!
    Beijinhos enormes Amélie

    1. Beijinhos queridos! **

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Coisas FABULOSAS acontecem a quem subscreve esta newsletter!
Maria Amélia ícone
error: Conteúdo protegido!!
%d bloggers like this: