Descrédito total

É verdade que todos os dias somos bombardeados com notícias sobre a crise financeira que galopa forte e feio pelo mundo fora.

Por cá, há uns quantos anos que a palavra crise se ouve e diz mais, que a palavra amor.

Mas normalmente, eu prefiro focar-me nas pessoas que se superam, que se alavancam, mas há dias que fico a pensar nesta fase de descrédito em que vivemos.

Estava no Continente, a pagar.

“Quer descontar o dinheiro que tem no cartão?”

E eu respondi que não.

“Olhe… não é muito, mas eu se fosse a si descontava. Você sabe lá se amanhã acorda e há Continente? Não sabe! Não se lembra como foi com o BES? Acordamos e olhe… já não havia BES nem dinheiro…”

Depois disto, pedi para descontar e fiquei a pensar na facilidade como aquele senhor me falou do desacreditar dele no nosso sistema.

E esse senhor é o reflexo da maioria da população.

“Temos que estar preparados para acordar, e um dia já não haver o BCP, ou os CTT ou até mesmo o Continente…”

É isto… temos que estar preparados para que o amanhã seja diferente do que é o hoje.

 

Créditos da fotografia: Carig Writes

 

Podes gostar de ler:

Reféns das Redes Sociais

A Saga dos Taxistas

É diferente porque eles são Paneleiros

 

Já me segues no Facebook e no Instagram? ♥

 

2 Replies to “Descrédito total”

  1. É o chamado ciclo vicioso. O que as pessoas não sabem, ou provavelmente acreditam é que se semearem positividade vão colhe-la a seguir e assim sucessivamente. Existem na sociedade portuguesa situações incorrectas mas também existem aquelas que tentam puxar pelo lado melhor de cada um. Temos a Liga portuguesa contra o Cancro por exemplo. Também temos medicos, professores, investigadores, engenheiros, sapateiros, padeiros, pedreiros, actores, locutores, bloggers e tanta boa gente que começa de sorriso e tenta sempre dar o melhor de si ao outro através do seu profissionalismo, empenho, cuidado e acima de tudo simpatia. Eu espero que a atitude e a mentalidade dos que procuram um mundo melhor possa começar logo apoiando o outro ao lado que não vê luz ao fundo do túnel. Foi assim que fez a Madre Teresa também. Beijinhos e um dia pleno de bons momentos!

    1. É isso mesmo querida Rosa… propagar o bem. Dando o exemplo. Fazendo boas escolhas. Pensar e agir positivamente. Um beijinho para si.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Coisas FABULOSAS acontecem a quem subscreve esta newsletter!
Maria Amélia ícone
error: Conteúdo protegido!!
%d bloggers like this: