Cinema | A Família Bélier

Eu adoro cinema europeu, especialmente o cinema francês.

Aliás, dá para perceber pelo nome do blogue o quão eu gosto de cinema francês ☺.

Também já tinha falado de dois filmes franceses que adorei:

Amigos Improváveis – “Intouchables”

Samba

Hoje falo da Família Bélier! (comme le bélier– como o carneiro).

A Família Bélier é uma família simpática com um elemento em comum em quase todo o núcleo familiar: a surdez.

Excepto a Paula, a filha mais velha.

São simples e felizes e a Paula é a voz e os ouvidos deles com o mundo.

Paula é uma adolescente como todas as outras, apaixona-se, sofre, gosta de andar de bicicleta e cantar.

Um dia um professor de música diz-lhe que tem um dom: a voz. A partir desse momento, Paula vive uma angústia bipolar entre correr atrás dos seus sonhos e, por isso, deixar a família entregue a si própria sem voz nem ouvidos ou ficar por perto para ser a ponte da família com o mundo e deixar os seus sonhos morrer…

Uma comédia que tem tanto de hilariante, como de dramática.

Para variar fui invadida por vários estados de emoção, desde a gargalhada ao cair da lágrima.

Gosto dos actores, principalmente da Paula (Louane Emera), do professor de música Sr. Thomasson (Éric Elmosnino), da energética mãe Gigi Bélier (Karin Viard) e do carismático pai Rodolphe Bélier (François Damiens).

Gostei muito do guarda-roupa e da banda sonora. Há diálogos simplesmente geniais!
Achei admirável a forma como o realizador (Eric Lartigau) conseguiu narrar uma história forte que bem podia ser inspirada em factos reais com diálogos eloquentes.

O que mais gostei:
Das expressões faciais da Paula quando andava de bicicleta e se sentia feliz e livre.
Do registo corporal da mãe que é totalmente translocada.
Dos diálogos a roçar humor negro do professor de música.
Das intervenções do pai… hilariante!
Do vitelo chamado… Obama!
Do “Je Vole” cantado pela Paula em Paris com linguagem gestual… absolutamente tocante e magnífico!

O que menos gostei:
Não adorei a interpretação do jovem que fazia de Gabriel (Ilian Bergala), achei que não estava nem à altura do guião, nem da Paula com quem contracenou na maioria das vezes.

Pelo que li, A Família Bélier já foi visto por mais de sete milhões de expectadores em França, o filme teve seis nomeações para os Césares e deu a Louane Emera, a jovem Paula que interpreta a personagem principal, o prémio de Actriz Revelação.

Merecido!

Ela é fantástica! E não é coincidência cantar tão bem… ela participou com sucesso no programa de talentos The Voice France.

Fica aqui o trailer:

 

 

5 Replies to “Cinema | A Família Bélier”

  1. Fui ver e adorei! Tb nao gostei muito do rapaz.

    1. É hilariante o filme! 🙂

  2. Eu sou super desconfiada com filmes que não sejam de língua inglesa e também me tenho apaixonado pelo drama francês. Os Amigos Intocáveis, Samba, e para rir muito: Que mal fiz eu a Deus? (já viste?)

    Este entra agora na minha lista 😉 Obrigada pela sugestão!

    1. Olá Mary Words! 😉

      Sim já vi, adorei também!

      Vais adorar esta família…em especial a mãe! 😉

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Coisas FABULOSAS acontecem a quem subscreve esta newsletter!
Maria Amélia ícone
error: Conteúdo protegido!!
%d bloggers like this: