Restaurante | Can The Can [Lisboa]

Estou a fazer o rascunho deste post na mesa do Can The Can.

Não podia ser mais sincero e directo!

Para mim o Terreiro do Paço é das praças mais bonitas do mundo.

Não sei se gosto mais de ir durante o dia com o sol muito aberto e o cenário do Tejo lindo por trás, se prefiro aquele meio do dia brindado com os tons laranja do pôr-do-sol ou mesmo a magia da noite.

Sei que gosto de ver isto tudo, sentadinha no Can The Can.

Depois porque gosto da vibe que vivo por lá.

A música, o ambiente, a simpatia do staff, a comida…

Para mim o Can The Can é sempre aquela boa escolha de fim-de-semana para desanuviar do stress da semana.

Vamos lá à ficha técnica:

 

Espaço:

A esplanada vale por tudo! Não prescindo de ficar na esplanada seja para almoçar, lanchar ou jantar. Mesmo que esteja frio. Vale sempre a pena a vista. Mas… calma! Nada de ir ao Can The Can sem visitar o espaço interior. Vão ter mesmo uma surpresa muito agradável. Decoração fantástica e muito característica num pé direito altíssimo. Preparem-se para encontrar por lá coleções muito surpreendentes! E olhem para cima… vão encontrar um lustre que nunca mais se esquecerão.

Comida:

Começando pelas entradas… podia ficar aqui a escrever (e a babar) sem fim, mas se tivesse que eleger três seriam: Cavala alaminada, Croquetes de polvo e o fantástico Choco frito.

Quanto aos pratos principais, confesso que adoro as tibornas, em que a minha preferida é a Chef. Depois também há hambúrgueres, saladas, pratos de carne e peixe, e posso dizer que já provei muita coisa e nunca me desiludi. Mas, para mim as idas ao Can The Can são de descontração e descontração pede petiscos! Na maioria das vezes, fico-me por entradas, tibornas e uma saladinha para acompanhar. Que é o caso de hoje!

Quanto às sobremesas, são originais. Por exemplo hoje vou pedir pela primeira vez o arroz doce negro.

Bebidas:

A sangria, os gin’s, os cocktails, uma bebida de gengibre que agora não sei se tem algum nome específico, mas sei que é bem boa!

Staff:

São simpáticos e apesar da muita afluência estrangeira e tuga no espaço, tentam ser eficientes, organizados e despachados.

Localização:

A melhor de todas!

Indicado para:

Como já referi, vou ao Can The Can para recarregar energias, por isso, para mim dá para tudo! Almoço, lanche, jantar. Sobretudo para me divertir, ouvir boa música, comer bem e descontrair. E namorar claro!

Contactos:

Site: Can The Can Lisboa

Morada: Terreiro do Paço, 82/83 | 1100-068 Lisboa, Portugal

Telefone: +351 914 007 100 |  +351 218 851 392

E-mail: [email protected]

 Mais:

Localização.

Espaço.

Decoração.

Música.

Carta.

Atendimento.

Menos:

Para quem não gosta de restaurantes carregados de turistas, esqueçam! Este não é sítio para vocês!

Apesar de existir várias actividades no Terreiro do Paço, como os espectáculos de iluminação nocturnos, ou mesmo, na altura do Natal (a própria iluminação da época), há uma altura do ano que não se passa nada no Terreiro do Paço à noite e dá um ar meio triste e escuro à praça e mesmo sabendo que o restaurante nada tem a ver com isso, para mim é uma pena.

Notas:

Aberto todos os dias das 9h às 2h.

E se por acaso quando chegarem não houver mesa, esperem… a sério, vale mesmo a pena! Peçam qualquer coisa para beber, vão ouvindo a música e aproveitar a vista, no instante já se sentam!

 

*Todas as refeições efectuadas neste restaurante foram totalmente suportadas por mim, logo, a avaliação é completamente imparcial.

Créditos da fotografia: site/Facebook do restaurante indicado no post.

 

Podes gostar de ler outras críticas de restaurantes:

Aprazível

Prego D’Pescador

Hemingway

Salpoente

Azenhas do Mar

 

Já me segues no Facebook e no Instagram? ♥

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Coisas FABULOSAS acontecem a quem subscreve esta newsletter!
Maria Amélia ícone
error: Conteúdo protegido!!
%d bloggers like this: