Afinal o mau é que é bom

No outro dia batia umas bolas sobre este tema do “mau é que é bom” com um amigo meu.

O mau é que é bom!

O mau é que tem gera mais buzz nas redes sociais.

O mau é que se torna viral na maioria das vezes.

O mau traz sempre muitas audiências.

E a minha pergunta para one million dollar é:

“Qual é a dificuldade de partilhar o bom?”

Vergonha do que os amigos facebokianos vão pensar?

Preconceito?

Medo de beliscar a imagem virtual que representam no facebook?

Oi?

Alguém me ajude que eu sozinha não consigo entender isto!

Andou a ser partilhado o vídeo de uma tal Maria Leal, durante dias só se via isso no facebook.

Ok, até podia ter a sua piada, confesso que vi 2 ou 3 segundos, não tenho muito saco para isso, e não critico quem partilha.

O que eu pergunto é: há quanto tempo não partilham um projecto bom de um amigo vosso que esteja no início e precise de divulgação?

Que não partilham aquele livro que gostam e que provavelmente poucos conhecem?

Isso de filtrar as coisas com “medo” do que os outros possam pensar, dá um trabalhão que Deus me livre!

É tão bom ter a liberdade de “likar” ou partilhar o que me apetece!

Mas como diz o outro… cada um sabe de si, eu não crítico, apenas lamento!

E lamento, não por partilharem o mau, mas por não partilharem o bom.

 

Créditos da fotografia: Felix Russell-Saw

 

Podes gostar de ler:

Reféns das Redes Sociais

Preocupa-me

Mandar calar o filho dos outros

 

Já me segues no Facebook e no Instagram? ♥

5 Replies to “Afinal o mau é que é bom”

  1. Eu sou super a favor de compartilhar o bem ~ chega de espalhar tragédias e sofrimento!!!

    1. É mesmo isso!
      Beijosss****

  2. Olá 🙂 Enviamos um convite para o teu email.
    Contamos contigo? 🙂

  3. Ana Valentim Marto says: Responder

    Boa tarde Maria Amélia,
    O “bom” deve ser sempre bom e partilhar, o ” mau ” esse só se servir para abrir os olhos.
    Bjs é bom fim de semana.

    1. Beijinhos querida Ana <3

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Coisas FABULOSAS acontecem a quem subscreve esta newsletter!
Maria Amélia ícone
error: Conteúdo protegido!!
%d bloggers like this: