Morrer na internet

Há montes de temas que nunca vou entender, mesmo que viva mais 200 anos como espero viver.

E um deles é matarem pessoas virtualmente, ou seja, lançarem notícias falsas sobre mortes de pessoas.

Ora matam o César Mourão, ou o Zezé Camarinha, ou o Bonga, e sei lá mais quantos.

O que se passa pessoinhas deste mundo?? Não há outra forma de chamarem a atenção? Olha que eu acho que há e se precisarem dou ideias.

Dispam-se e vão passear até ao Jumbo e filmem! Querem coisa mais divertida do que alguém vos ver nus?!

Agora imaginem o seguinte, vamos brincar ao faz de conta:

Está uma velhinha amorosa (avó do César Mourão) no Pingo Doce às compras, e de repente alguém vê no telemóvel que o César Mourão acabou de morrer, e por triste coincidência a velhinha amorosa não falou com o neto durante o fim-de-semana. Obviamente que qualquer pessoa que não seja da família dele, não acredita até existir mais noticias. Mas imaginem a velhinha amorosa a levar com esta notícia no meio do Pingo Doce assim à tromba estendida, que certamente perde o discernimento para ligar a alguém a confirmar a notícia e leva com a notícia assim… Pensaram nisto pessoinhas que matam pessoas virtualmente?!

Parem com essa merda vá!

Ide brincar com os gameboys… ou apanhar caracóis, que até estamos na altura deles!

E a lei?!

Qual lei?!

Ui… este assunto então, é outro que nunnnnnnca vou entender… a lei…

2 Replies to “Morrer na internet”

  1. Ora aí está um flagelo de cuja existência ainda não me tinha apercebido!!! De facto… é Incrível!!! Será que o fazem p ganhar dinheiro c o “furo”? 😛

    1. Sei lá… vai na volta é mais uma fonte de rendimento! 🙂

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Coisas FABULOSAS acontecem a quem subscreve esta newsletter!
Maria Amélia ícone
error: Conteúdo protegido!!
%d bloggers like this: