Dramas da vizinha #2

Depois de ter partilhado convosco que a Padeirinha de Aljubarrota lá do prédio tem a mania que é dona de tudo e todos (aqui), hoje partilho mais um episódio de bradar aos céus…

No outro dia desço o elevador com um vizinho de cima (este por sua vez, simpatiquíssimo), que me conta que estava descontraidamente a fumar um cigarrinho na varanda após jantar, quando lhe tocam à campainha.

“É proibido fumar no prédio!”

Diz ela com aquele ar de louca que trás consigo todos os dias…

E obviamente o senhor que tem muita paciência (a ser outro, teria-lhe apagado o cigarro na testa), explicou-lhe que estava à varanda da sua casa a fumar e que toda a cinza e a própria da beata iriam para o cinzeiro e posteriormente a isso, iriam para o saco do lixo doméstico e que mais tarde iria para o contentor do lixo.

Ainda assim, ela afirmava com as próteses que tem na boquinha que lhe cheirava a cigarros no prédio.

Na verdade, o que ela não sabe é que o vizinho simpático a viu na rua a olhar para cima.

Esta tonta não sentiu cheiro nenhuma, apenas viu o vizinho a fumar à varanda e não gostou…

No outro dia falei (aqui) que ela se queixa de um cheiro a cão que ninguém sente, só ela.

Hoje falo do cheiro a cigarros que nunca senti no prédio, mas ela sim.

Deve ter um problema de cheiros esta querida… Só pode!

E não deve ser só esse tipo de problema…

Digo eu!

 

 

Créditos da fotografia: Pezibear

3 Replies to “Dramas da vizinha #2”

  1. É impressionante como tem pessoas que gostam de reclamar de tudo!
    Que senhorinha chata!

  2. É mesmo… todos os dias arranja um tema novo!
    Chataaaaa!

  3. […] como já algum tempo não dava tempo de antena à ursa da minha vizinha (aqui, aqui), hoje, pela primeira vez fiz uma coisa que não tenho costume de […]

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Coisas FABULOSAS acontecem a quem subscreve esta newsletter!
Maria Amélia ícone
error: Conteúdo protegido!!
%d bloggers like this: