Dia da Mãe – Dolores Aveiro

Hoje Dia da Mãe, podia escrever sobre tantas Mulheres maravilhosas que tenho na minha vida, que conheci, que me cruzei.

Mas, escolhi falar de uma, que me deixou o coração bem pequenino com a sua história de vida – Dolores Aveiro.

Escolhi este livro para me acompanhar na ultima viagem que fiz, e foi uma inquietação. Fechei várias vezes, porque não queria ler mais, só me passava pela cabeça: “A vida não precisava de ter sido tão dura para esta Senhora”.

Dolores Aveiro

Aquele terror parecia não ter fim, cada página que virava, batia-me a ansiedade e a esperança de aparecerem palavras bonitas, mas tardaram a chegar… Deu-me vontade de fechar o livro de vez e arrumá-lo para sempre, mas eu sabia que a parte boa estava guardada para o fim…

Oh Dª Dolores…

A capacidade enquanto Menina, de aguentar tanta coisa má, a capacidade enquanto Mãe e Mulher de renascer das cinzas sempre que o barco virava é notável. Totalmente notável. Renasceu das cinzas vezes sem fim, os seus objectivos e convicções falaram sempre mais alto dentro do coração, ora tomar conta dos irmãos, ora dar aos seus filhos uma vida melhor do que a que teve. Foi isto que acreditou e que a fez lutar e aguentar todos os dias contra a dor, abandono e tremenda injustiça que viveu.

Houve partes do livro que me rebentaram o coração e só desejava que a Dª Dolores nunca tivesse passado por tamanhas maldades.

Não conhecia a sua história, e hoje entendo porque existe o “Clã Aveiro”. Porque a matriarca da família é o pilar mais forte que podia haver, nada abana ali.

E também entendo, que esta Mulher valente tem muita culpa por o seu filho Cristiano Ronaldo ser o Melhor do Mundo.

Falando do Cristiano Ronaldo, ele é da mesma fibra da mãe. Sozinho, tão novo, longe da família, a ser alvo de chacota por causa da pronuncia e a aguentar tudo sem desistir… fez dele o Melhor do Mundo. A capacidade de resiliência é inacreditável.

CR7

A própria Kátia Aveiro, participou num reality show em Espanha – Os Supervivientes – que tinha como objectivo que os concorrentes sobrevivessem em condições extremas, num local isolado, onde têm de arranjar a sua própria comida, água e abrigo. E ela portou-se lindamente e ganhou mais uma legião de fans nas terras dos nuestros hermanos!

Dª Dolores, desejo-lhe um Feliz Dia da Mãe. É sem dúvida uma inspiração e uma Mãe que protegeu, cuidou e amou as “suas crias” como uma Mãe deve amar, mesmo sem ter tido o amor que tanto merecia.

 

 

6 Replies to “Dia da Mãe – Dolores Aveiro”

  1. Fernanda carvalho says: Responder

    Lindo!!! Sem palavras!!

    1. Obrigada! Beijinho**

  2. Até senti um murro no estomago e ainda não li o livro…

    1. É mesmo de sentir…muito forte este livro.
      Beijinho

  3. A D.Dolores que é sepre tão atacada devia ler este post!

    1. Também nunca entendi os ataques que lhe fazem. Nunca a vi a ser incorrecta com ninguém.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Coisas FABULOSAS acontecem a quem subscreve esta newsletter!
Maria Amélia ícone
error: Conteúdo protegido!!
%d bloggers like this: