Agradar

Às vezes sinto que anda meio mundo a tentar agradar outro meio mundo.

No outro dia dei por mim a falar com um amigo meu sobre isto. E ele partilhou comigo que está farto de andar sempre a tentar agradar a todos.

Quando a mulher vai com ele ao Decathlon (ela não adoraaaaaa nada esse programa) ele tem necessidade de estar sempre a fazer palhaçadas para ver se ela “desamua”.

Quando o chefe chega mal disposto porque apanhou trânsito e o filho vomitou no carro, tenta apanhá-lo no café para fazer umas larachas sobre o Benfas para ver se alivia o ambiente.

Quando entra numa loja e o tamanho do casaco que quer não está disponível, faz sempre aquele sorriso na esperança que a moça não lhe responda: “Só há o que está exposto!”.

Quando vai à casa da mãe e o pai chega todo fo… lixado porque perdeu o campeonato da sueca, é urgente puxar o tema das eleições para o pai estrebuchar à vontade e se sentir mais aliviado.

Será mesmo que passamos a vida a tentar agradar os outros e o seu estado de espírito com receio de sermos penalizados num dia não??

E será que o fazemos conscientemente?

Ou será que nem damos conta disso?

5 Replies to “Agradar”

  1. andamos mas só aqueles de quem gostamos eu pelo menos sou assim, com o tempo cortei com quem não tenho afinidade custa muito corresponder a tantas expectativas, mas ddo meu circulo efectivo sim, e se calhar eles tb fazem o mesmo comigo

    1. Sim! Isso mesmo!
      Beijinhos

  2. Nós tentamos sempre agradar os outros, mas também precisamos dos nossos momentos não. Faz parte da vida!

  3. […] como já falei aqui, tentar agradar é um ciclo vicioso, para ambas as partes, para quem pede (que se apercebe […]

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Coisas FABULOSAS acontecem a quem subscreve esta newsletter!
Maria Amélia ícone
error: Conteúdo protegido!!
%d bloggers like this: