Afinal há certezas

Sempre me ensinaram que não há certezas.

Muito menos absolutas.

Certezas daquelas certas.

Daquelas que temos a certeza que serão assim.

Sem tirar nem por.

E eu fui acreditando.

A inconstância da vida mostrava-me isso todos os dias.

Mas, a vida tem o dom de ter vida própria.

E a capacidade surpreendente de virar tudo de pantanas.

Sem que isso seja necessariamente mau.

E é no meio deste carrossel de emoções…

Deste sobe que desce que percebo que afinal no meio do vendaval do dia-a-dia, existem certezas.

Nem que sejam as do momento.

As nossas certezas.

As que precisamos.

As que temos.

As nossas certezas.

Afinal, há certezas! ♥

 

Créditos da fotografia: Unsplash

 

Já me segues no Facebook e no Instagram? ♥

Deixe uma resposta

%d bloggers like this: