Hoje sou eu que vos falo, porque ela hoje é bebé

E os bebés ainda não sabem escrever!

E mesmo que soubessem não sei se estariam para aí virados no meio da sua vida atarefada de dormir, gritar e … fazer outras coisas!

Falo-vos dela!

Daquela que infelizmente já foi ao inferno e voltou tantas vezes.

Que atravessou vales tenebrosos, mas que foi guiada para caminhos justos.

E que, por isso, mais do que qualquer um de nós, merece tudo!

Merece passar um dia fantástico (e aí eu terei que fazer a minha parte :-))

Um dia em que possa olhar para o azul e infinito do mar…

Infinito como a sua imanização e o seu amor!

Para a areia destas praias paradisíacas… areia branca… como a sua alma

Que possa sonhar a olhar para estas nuvens cheias de texturas e cores.

Porque eu sei que ela adora nuvens!

Porque hoje, mais que nunca, é uma criança.

Criança que sempre foi.

Aquela que quando era mínima não se sentia tal.

A adulta que hoje se sente uma criança.

Uma eterna fada Cininho!

Espero eu ser sempre o seu Peter Pan.

E amar-te e ser amado…

Para sempre!

Deixe uma resposta

%d bloggers like this: