11 Dicas para sobreviver ao Natal em tempos de crise

Há dias escrevi sobre 10 ideias para DIY para presentes de Natal e houve uma leitora (muito querida) que me enviou um email a agradecer as ideias, porque este ano estava mais “apertada” financeiramente e não lhe dava tanto jeito gastar dinheiro em presentes.

E foi a pensar nesse email (que confesso me deixou emocionada) que decidi escrever este post.

Este ano não foi simpático para muitas pessoas e sabemos que o orçamento não estica e que há coisas que têm que ficar obrigatoriamente pelo caminho.

Sabemos também que o Natal é uma altura do ano que se transformou num certo consumismo desmedido e que o “dar presente” é quase obrigatório.

Não devemos nem pudemos viver com esse peso, com o estigma do presente obrigatório, até porque a essência do Natal está longe de ser materialista.

Mas há sempre forma de conseguirmos arranjar um “fato à medida” para o orçamento que temos disponível para esta altura do ano e agilizarmos para não fazer estragos, mas para conseguir mimar quem mais queremos, se isso for realmente importante para nós.

Ficam aqui 11 dicas para sobreviver ao Nata em tempo de crise:

  1. Orçamento

Esta é a primeira e mais importante regra para não fazermos grandes estragos.

Estabelecer um orçamento para comprar presentes e nem pensar de abrir excepções ou usar cartões de crédito ou comprar agora e pagar depois.

É o orçamento que estabeleceu e é só esse que tem que respeitar. Porque senão vai se prejudicar a médio e longo prazo.

Quando estiver a estabelecer o valor, pense bem se é racional, não exagere, pois são apenas presentes. Não deixe de comprar uma coisa que seja realmente necessária para si para comprar um presente para outra pessoa.

Seja racional e consciente na altura de definir o valor.

  1. Lista de Pessoas

Elabore uma lista de pessoas a quem gostaria muito de oferecer um presente este Natal.

Em uma primeira fase pode colocar o nome de todos a quem gostaria de dar presentes, mas depois comece a cortar pessoas da lista até chegar às pessoas que gostaria mesmo de dar um presente.

Faça um cruzamento com o orçamento que delimitou para os presentes e corte os nomes até achar que consegue dar às pessoas que ainda ficam na lista.

  1. Escolhas

Aqui varia de pessoa para pessoa.

Há quem prefira dar apenas 2 a 3 presentes bons e há quem prefira comprar várias lembranças para oferecer a mais pessoas.

Tem que definir isso, se pretender oferecer presentes caros, tem que escolher bem quem vão ser os contemplados da lista, caso contrário se decidir que quer oferecer uma lembrança a várias pessoas, então aí a lista já pode ser maior.

É tudo uma questão de escolhas.

  1. Famílias ou Grupo de Amigos

Se tem uma família numerosa ou se vai ter aquele jantar de Natal com muitos amigos, sugira que se faça a brincadeira do “Amigo Secreto” e assim cada pessoa fica destinada com apenas um presente.

E ainda pode sugerir um orçamento para o presente e assim não há discrepâncias entre o valor dos presentes.

  1. Presentes “reciclados”

Oferecer presentes que nos tenham oferecido e que não os usemos só tem vantagens. Não entendo quem chama de má educação, não vejo nada de mal nisso.

Mal vejo, deixar um presente encostado, a estragar-se, sem qualquer uso e a gastar-se dinheiro noutra coisa, quando essa mesma coisa pode dar jeito a alguém.

Se tiver presentes que lhe tenham oferecido e que não tenha qualquer utilidade para si, ofereça a outra pessoa.

Mas garanta-se que está em bom estado, que não tem nenhum etiqueta a dizer o seu nome, que é útil para a pessoa a quem vai oferecer e sobretudo que não oferece à pessoa que lhe ofereceu!

  1. Presentes DIY

Fazer presentes DIY tem uma série de vantagens e a principal é que pode ficar muito mais em conta do que se formos comprar.

E acaba sempre por ser muito divertido de se fazer e as pessoas gostam de receber.

Neste post deixei 10 ideias para presentes DIY para o Natal.

  1. Promoções

Vales de desconto, promoções, cartões de pontos, tudo o que servir para baixar o preço é muito bem-vindo na hora de se comprar presentes.

Mesmo que não tenha em mente comprar um produto que está em uma promoção muito boa, avalie se não será melhor trocar um presente que tenha na sua lista por essa promoção mais em conta, desde que ache que a pessoa vá gostar, aproveite!

  1. Crianças

Costuma-se dizer que o Natal é das crianças, mas nada de cair no exagero!

Já sabemos que elas querem tudo e mais alguma coisa, mas depois quando bate o sino da meia-noite agarram-se a um ou outro presente e todos os outros ficam para segundo plano.

Por isso, nada melhor que perguntar aos pais sobre o que a criança quer ou precisa e se for o caso, entre num presente em conjunto.

Imagine que o seu priminho quer uma guitarra? Pode sempre contribuir com o que puder e assim faz parte do grupo que lhe ofereceu o presente desejado.

  1. Presentes em Grupo

Por vezes é mais barato oferecer um presente para a casa do que individualmente para a família.

Há peças de decoração tão bonitas que substituem bem o presente individual.

Ou caso faça os DIY que falei em cima, pode fazer um kit para toda a família, com uma compota e um licor para os adultos e umas bolachinhas fofinhas para as crianças.

Fica barato, bonito e todos ficam felizes!

  1. Carta

Se este ano não tem mesmo forma de oferecer presentes, escreva uma carta ou um postal aos seus mais queridos e diga-lhes o quão difícil esta a ser este ano mas que o seu Amor por eles é maior do que tudo na vida.

Agradeça-lhes por existirem e por fazerem do Natal uma época que lhe aquece o coração.

Diga-lhes que mesmo não podendo este ano presenteá-los com bens materiais, quer que eles saibam o quão importantes são para si.

  1. Durante o Ano

Talvez esta dica venha um pouco fora de tempo, mas fica para o próximo ano.

Não deixem as compras de Natal todas para a mesma altura.

Façam a lista das pessoas e ao longo do ano aproveitem os saldos e vão comprando ao longo dos meses.

Custa menos! Levar com a chapada toda em Dezembro é dose!

 

Espero ter ajudado e espero principalmente que ninguém fique triste se este ano não conseguir dar os presentes que desejava.

Porque Natal é Amor!

E é nisso que têm que acreditar.

Este ano o orçamento não foi suficiente?

Será para o ano!

Mas isso está longe de ser o mais importante.

E essa mensagem tem que começar a ser passada às crianças.

Porque não podemos nunca associar o Natal à abertura de presentes.

 

Quero mandar um abraço tão mas tão apertado para a minha leitora querida que me escreveu e dizer-lhe que tenho a certeza que Amor não lhe faltará e isso é o mais importante.

E dizer ainda que tenho a certeza que as bolachas que vai fazer vão se tornar num presente muito bonito. ♥

Boas Festas para vocês, meus leitores mais queridos do mundo!

 

Já me segues no Facebook e no Instagram?

GuardarGuardar

GuardarGuardar

GuardarGuardarGuardarGuardar

GuardarGuardar

One Reply to “11 Dicas para sobreviver ao Natal em tempos de crise”

  1. […] 11 dicas para sobreviver ao Natal em tempos de crise […]

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Coisas FABULOSAS acontecem a quem subscreve esta newsletter!
Maria Amélia ícone
error: Conteúdo protegido!!
%d bloggers like this: